Ator global Hugo Gross diz que mãe “é uma pessoa doente”

Publicado em 5 de janeiro de 2014

ator Ator global Hugo Gross diz que mãe é uma pessoa doenteO ator Hugo Gross se pronunciou sobre a acusação de roubo feita pela mãe na coluna “Retratos da vida”, do jornal carioca “Extra” e se mostrou bastante chateado. “Não adianta falar muita coisa agora. O que eu posso dizer é que tudo não passa de uma grande mentira. São acusações inverídicas e caluniosas, sem substrato de provas. Eu amo a minha mãe, mas ela é uma pessoa doente, chantagista e está sendo manipulada. Faz anos que convivo com esse conflito cármico. Não sou nenhum protagonista de novela para ter essa exposição toda. Se fosse esse bandido que ela me pintou, não teria dado um apartamento de dois quartos para ela morar”, disse Hugo neste domingo, 5, durante entrevista ao site “Ego”.

 

A mãe chegou a dizer que o filho é usuário de drogas e que utilizou cerca de R$ 400 mil da venda do apartamento, negociado por R$ 700 mil, para pagar agiotas e prostitutas. Ele nega. “O que mais me doeu foi que ela disse o que disse sem provas, mas eu tenho as provas de tudo o que fiz, tenho tudo documentado. Não sou obrigado a levar a fama de coisas que nunca fiz. É tudo muito chato para mim. Estou aqui com o meu filho na sala agora e o telefone não para de tocar por causa desse assunto”, conta o ator.

 

Segundo contou ao site, o imóvel de Copacabana não foi vendido por R$ 700 mil e que ainda investiu o montante da venda em uma casa própria para sua mãe na Barra da Tijuca, avaliada em R$ 300 mil. “Ela (Dona Maria) estava para perder o imóvel que vendemos. A casa estava indo para leilão por falta de pagamento. Era mais de R$ 30 mil só de IPTU atrasado em um imóvel onde a filha dela (irmã mais velha de Hugo) era a fiadora. Hoje em dia ela mora em um apartamento próprio, de dois quartos com piscina e sauna dentro do condomínio. Só peço a Deus que ela (Dona Maria) tenha paz. Volto a dizer que eu a amo, mas que as coisas precisam ter um limite”, disse o ator.

 

Confusão antiga

 

Não é a primeira que mãe e filho se desentendem.  Em fevereiro de 2012, segundo o jornal “O Dia”, Dona Maria José teria prestado queixa na delegacia contra o filho, alegando que ele estava em débito com o seu plano de saúde e as taxas do condomínio onde ela morava em Copacabana, Zona Sul do Rio. “Fui à delegacia, de peito aberto, conversei com o delegado. Isso é tudo muito triste. Não é a primeira vez que ela faz isso. A história não é nada demais, já está tudo resolvido, mas se eu me prejudicar por isso vou tomar minhas providências”, teria declarado Hugo Gross ao jornal carioca na época.

 

 

Por Redação BK2

Confira Também:

Dê a sua opinião: