Amanda Nunes já volta a treinar 72 horas após nocaute em Ronda


A baiana Amanda Nunes já está volta aos treinos. Menos de 72 horas depois de vencer a ex-campeã Ronda Rousey em 48 segundos e manter o cinturão dos galos feminino do UFC, na sexta, dia 30, no UFC 207, em Las Vegas, a Leoa marcou presença na academia American Top Team, nos EUA, na segunda (2).

A falta de descanso se dá por conta da luta que sua namorada e companheira de treinos, a americana Nina Ansaroff, fará no UFC Phoenix, no próximo dia 15. Nina enfrenta a compatriota Jocelyn Jones-Lybarger pela categoria dos palhas (até 52kg).

“Eu tenho que ter cuidado. Ela quer devolver as porradas do meu camp”, escreveu Amanda, em inglês, no Twitter. Em português, a baiana postou: “Nina queria meter a porrada em mim hoje no treino”, ao lado de uma foto dela treinando com a americana.

RANKING

Nos novos rankings do UFC, divulgados nesta segunda-feira (2), Amanda manteve a 11ª posição no ranking peso por peso, que envolve todos os lutadores. Ronda, nos galos, caiu de 1º para 4º com a derrota para a brasileira.

A maior surpresa foi a posição do novo campeão dos galos, o americano Cody Garbrandt. “No Love”, que era o 5º na categoria antes de vencer o ex-detentor do cinturão Dominick Cruz, também na sexta (30/12), estreou logo na 5ª posição no ranking peso por peso, à frente, por exemplo, de Stipe Miocic, Tyron Woodley e Michael Bisping, campeões dos pesados, meio-médios e médios, respectivamente, todos já com defesa de cinturão no currículo.