Assaltantes morrem durante confronto policial na BR-324


Assaltantes morrem em confronto na BR-324
Assaltantes morrem em confronto na BR-324

Dois homens acusados de praticar assaltos morreram enquanto trocavam tiros com policiais militares. O caso aconteceu nesta quarta-feira (13), na BR-324, na altura do município de Santo Amaro, a 80,3 km de distância da capital baiana.

De acordo com as informações policiais, guarnições realizavam rondas de rotina e ao passar pelo posto Shell, na BR-324, pessoas informaram que dois homens armados assaltaram os clientes do estabelecimento e fugiram em um veículo Toyota sentido ao Distrito de Oliveira dos Campinhos.

Os agentes iniciaram perseguição e ao alcançar o veículo, os ocupantes efetuaram disparos contra os policiais, que prontamente revidaram o ataque. Os dois suspeitos ficaram feridos durante o confronto, foram socorridos para o Hospital Geral Clériston Andrade, em Feira de Santana, mas não resistiram e acabaram morrendo.

Com a dupla acusada de roubo foram encontrados dois revólveres e cinco aparelhos celulares. Policiais da Delegacia de Homicídio de Santo Amaro seguem investigando o caso.

Em outra cidade, homem é preso com arsenal de armas

Material apreendido em Capim Grosso
Material apreendido em Capim Grosso

Já no município de Capim Grosso, um homem foi preso por esconder no imóvel que morava oito armas, de diversos calibres , munições, carregadores além de um drogas, no bairro de Novo Oeste. Cidade fica a 277 KM da capital baiana.

Conforme informações da secretaria de Segurança Pública (SSP), os agentes chegaram ao acusado através de denúncias anônimas. Marcos foi preso em flagrante e encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Capim Grosso. O acusado está à disposição da Justiça.

Na residência do homem identificado como Marcos Lacerda Pereira, 37 anos foram encontrados uma espingarda calibre 36; uma espingarda cano duplo; uma espingarda 8 milímetros; outra calibre 40; duas de ar comprimido; dois rifles calibres 22; um cano de rifle e carregador para rifle; um revólver; três lunetas sniper; R$ 3 mil; 15 gramas de maconha, 300 carregadores e 300 munições para pistola.