Bolsonaro termina primeiro ano de mandato com menos aprovação do que Lula, Dilma e FHC


O governo Bolsonaro, no entanto, mostrou uma melhoria na avaliação de áreas relacionadas à economia e ao emprego.

De acordo com uma pesquisa do Datafolha divulgada no domingo, 8 de dezembro, o presidente Bolsonaro encerra seu primeiro ano no cargo com apenas 30% considerando-o excelente ou bom, inferior aos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (41%), Luiz Inácio Lula da Silva (42%) e Dilma Rousseff (59%).

Apenas Michel Temer e Itamar Franco chegaram ao final de seu primeiro ano no cargo com maior desaprovação que Bolsonaro.

O governo de Bolsonaro teve uma melhoria na avaliação de áreas relacionadas à economia. Segundo a pesquisa, a taxa de aprovação do ministro da Economia Paulo Guedes.