Cerca de 200 mil títulos da RMS poderão ser cancelados pelo TRE-BA


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) poderá, após o próximo dia 22 de fevereiro, cancelar cerca de 200 mil de títulos em municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS). Isto se deve ao fato de que, cidades como Lauro de Freitas, Dias D’Ávila, Simões Filho e Candeias, permanecem com baixos índices de comparecimento do eleitorado.

Com 26,55%, Simões Filho apresenta o menor percentual do eleitorado biometrizado. Dos 78.988 eleitores da cidade, apenas 20.974 estão recadastrados biometricamente, o que significa dizer que mais de 50 mil cidadãos da localidade precisam atender à convocação da Justiça Eleitoral.

Já em Dias D’Ávila, de um total de 49.102 eleitores, apenas 14.943 (30,43%) estão revisados. Em Candeias, dos 62.777 eleitores, 20.725 foram recadastrados biometricamente. O número significa que apenas 33,01% do eleitorado da cidade cadastraram as digitais.

Apesar de registrar 40,51% de eleitores biometrizados, Lauro de Freitas apresenta 77.529 cidadãos que ainda precisam ser recadastrados.

Nos quatro municípios da RMS listados e nas demais cidades participantes da 1ª fase deste 2º ciclo da biometria na Bahia, o prazo para a revisão do eleitorado é o próximo dia 22 de fevereiro. Eleitores que não responderem à convocação da Justiça Eleitoral terão seus títulos cancelados e estarão sujeitos às consequências previstas pelo Código Eleitoral.

Confira os locais de atendimentos em Simões Filho, Candeias, Lauro de Freitas e Dias D’Ávila:

Locais para recadastramento biométrico