Delegada investigada por tortura é exonerada e substituída


Foto: Reprodução

A exoneração da delegada Carla Santos Ramos, foi publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia desta quinta-feira (10). A delegada é investigada pela prática do crime de tortura contra a funcionária de uma agência lotérica em Salvador, e foi exonerada do cargo de titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos.

Além de Carla, os investigadores Agnaldo Ferreira de Jesus, Carlos Antônio Santos da Cruz e Iraci Santos Leal também foram denunciados. Eles chegaram a ser presos e prestaram depoimento na Corregedoria da Polícia, que investiga o caso.

Para substituir a delegada investigada foi nomeado Glauber EIji Uchiyama, que torna-se o novo titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Salvador. Os investigadores não foram citados na publicação.