Deputada Kátia Oliveira quer implantação da Delegacia da Mulher em Simões Filho


A deputada estadual Kátia Oliveira (MDB) solicitou a implantação de uma Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) no município de Simões Filho. Em indicação ao governador Rui Costa (PT), a edil ressalta o crescimento do município, que conta hoje com mais de 130 mil habitantes, de acordo com estimativa do IBGE, e apresenta dados do “Mapa da Violência 2015: Homicídio de Mulheres no Brasil”, que expõe números preocupantes, segundo ela.

“A violência de gênero, infelizmente, ainda é um traço cultural marcante da sociedade brasileira, que se estruturou desde a sua formação pelo estigma do patriarcado, que invisibilizou a figura feminina, negando a sua condição enquanto titular de direitos”, afirma.

A parlamentar relembra que a prefeitura de Simões Filho entregou, no mês passado, o Centro de Atenção e Referência para a Mulher com o objetivo de, justamente, ampliar esse atendimento ao público feminino. “Contudo, também se faz necessário que o silêncio seja rompido e que haja a responsabilização judicial do agressor. E para que isto aconteça, é imprescindível a implantação da DEAM no município”.

Ainda segundo ela, os números de violência são preocupantes. A cada 11 minutos, por exemplo, uma mulher é estuprada no Brasil, segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Já o Mapa da Violência aponta crescimento de 155% nas notificações de casos de violência.

Na Delegacia da Mulher, Kátia afirma que o atendimento é adequado e humanizado. “Numa DEAM, o atendimento é especializado, a mulher é acolhida. Acredito que, inclusive, é um incentivo para que mais mulheres denunciem casos de violência”, pontua. Hoje, além de Salvador, 11 cidades do interior contam com delegacias de atendimento à mulher, entre elas Feira de Santana, Alagoinhas, Jequié e Teixeira de Freitas.

ACOMPANHE EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO, SALVADOR E REGIÃO.