Dinha alerta para possíveis demissões em Simões Filho


Durante Audiência Pública para prestação de Contas, cerimonia que tradicional realizada pela Prefeitura Municipal de Simões Filho a cada 90 dias na Casa Legislativa, o prefeito Diógenes Tolentino (PMDB), expos as dificuldades enfrentadas pela sua administração para manter as finanças devidamente pagas.

De acordo com Dinha, seu primeiro ano à frente da cidade de Simões Filho foi dedicado à pagar as dívidas herdadas da gestão anterior, mesmo com crise econômica ele buscou deixar as contas em dia.

O gestor  informou ainda que  para driblar as dificuldades , em m2017 foram gerados alguns programas como: Recuperação Fiscal- “Refis”, no intuito de incentivar os contribuintes a quitar débitos referentes ao IPTU, TFF e ISS e o “Conciliar Para Crescer”, que tem a mesma finalidade, porém entrará em vigor até dia 20/07/18), mas ainda assim fica difícil investir em melhorias para Simões Filho, com isso não está descartada a hipótese de demitir alguns contratados e nomeados, para obedecer os limites impostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal estabelecida pelo Tribunal de Contas do Estado, caso a arrecadação não aumente.

Mesmo com todas as situações financeiras desfavorável, o prefeito se mostrou muito otimista por ainda assim conseguir realizar várias obras com recursos próprios