Eleitores enfrentam filas enormes para fazer recadastramento biométrico em Candeias


Uma fila enorme foi formada no Fórum de Candeias, região metropolitana de Salvador, na manhã desta terça-feira (29), por eleitores que ainda não fizeram o recadastramento biométrico. Alguns pessoas chegaram às 7 da manhã, mas, por volta das 12h, ainda não tinham conseguido atendimento.

“A senha eu só recebi agora [09h30], mas cheguei aqui 4h20 da manhã. Peguei a fila lá embaixo e estou debaixo desse sol quente. Teve gente até passando mal. Está difícil, complicado”, afirmou uma eleitora, identificada como Tatiana.

O prazo para fazer o redastramento biométrico para cidades da região metropolitana de Salvador vai até 22 de fevereiro. Quem não fizer o pocedimento até a data, terá o título cancelado e não poderá votar nas próximas eleições. Além disso, o cancelamento do título tem outras implicações, como não poder se inscrever em concursos públicos ou prova para cargo ou função pública.

Na fila, formada desde a madrugada, era possível ver várias pessoas com guarda-chuva, tentado se proteger do sol, além de bancos, utilizados para descansar. De acordo com o um dos eleitores, esperar para fazer o recadastramento tem sido difícil.

“Estou desde 7 horas da manhã. Isso aqui é o dia todo. Tem gente que chegou as 4 horas da manhã. Estou com a ficha 387. É sol, é chuva. O povo sofrendo, ninguém toma providência nenhuma”, afirmou um eleitor.

“Cheguei aqui 6h da manhã. Eu moro no distrito longe, eu tenho que pagar carro para ir para rodoviária, e da rodoviária pegar outro para vir aqui. A gente nem pode tomar café da manhã”, completou outra eleitora.

Em nota, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) afirmou que ampliou o horário de atendimento em todas as zonas onde o recadastramento é obrigatório. Disse que a medida foi determinada por um ofício do presidente do Tribunal, desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, e enviada aos juízes das zonas eleitorais no dia 18 de janeiro.

O TRE informou também que diariamente são distribuídas 540 senhas, entre normal e prioridade. A nota ainda diz que, desde 2014, o serviço de recadastramento biométrico está disponível aos eleitores de Candeias, em caráter ordinário, e convocatório a partir de novembro de 2018. Uma grande fila foi formada também no ginásio de esporte de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, na terça- feira (29).

A dona de casa Juliana Santos chegou na fila por volta das 6 horas da manhã, mas seguiu até as 16h sem atendimento .“Peguei a senha 390. Comi um lanche para enganar o estômago e fiquei esperando até agora”, relatou.

O Cartório Eleitoral de Lauro de Freitas afirmou que o cenário foi em função do atraso na entrega do ginásio de esportes, o que adiou os trabalhos do recadastramento no município. Disse também que o número de equipamentos disponibilizados pelo TRE é insuficiente.

“O Tribunal fez a previsão de disponibilizar 37 kits e até hoje estamos trabalhando com 14, é quase um terço da nossa capacidade. Se pudéssemos chamar 37 pessoas de cada vez, nós estaríamos mais de 1.500 pessoas por dia. Nós estamos conseguindo atender entre 500 e 600 por dia”, Antônia Marina Faleiros, juíza eleitoral de Lauro Freitas .

Sobre o caso de Lauro de Freitas, o TRE respondeu, em nota, que “com o objetivo de concluir a revisão biométrica no estado, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia ampliou o horário de atendimento em todas as zonas onde o recadastramento é obrigatório”

O Tribunal informou, ainda, que, por dia, são distribuídas 400 senhas no posto do ginásio, mas, “em virtude da necessidade apresentada, a assistência ao público tem ultrapassado esse limite”. E que “com o intuito de melhorar os serviços prestados em Lauro de Freitas, foram providenciados 16 novos kits biométricos. Há também a previsão de 7 novos kits em Itinga, onde deve ser aberto novo posto”.

O TRE destacou ainda que o SAC de Lauro de Freitas também está disponível para a biometria, de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h45. Nesse caso, o atendimento deve ser agendado pelo telefone 0800 071 5353 ou pelo site do SAC.

Biometria na RMS

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), cerca de 200 mil títulos podem ser cancelados na região metropolitana de Salvador (RMS), caso o recadastramento não seja feito até o prazo final, já que Lauro de Freitas, Dias D’Ávila, Simões Filho e Candeias permanecem com baixos índices de comparecimento do eleitorado.Ainda de acordo com o TRE, em Candeias, dos 62.777 eleitores, 20.725 foram recadastrados biometricamente. O número significa que apenas 33,01% do eleitorado da cidade cadastraram as digitais.

Já em Simões Filho, mais de 50 mil cidadãos precisam atender à convocação da Justiça Eleitoral. Na cidade de Dias D’Ávila, são 49.102 eleitores, sendo que apenas 14.943 (30,43%) estão revisados. Em Lauro de Freitas, 77.529 cidadãos ainda precisam ser recadastrados.