Homem é preso após assumir que matou mulher alegando traição dentro de casa


Segundo a polícia, homem tentou apagar provas, lavando casa e jogando tinta no local, mas confessou autoria no sábado (30), dois dias após cometer crime em Vitória da Conquista.

Um idoso de 62 anos foi preso no sábado (30) após confessar que matou a companheira de 45 anos na cidade de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia. O crime ocorreu na quinta-feira (28) dentro da casa do casal.

De acordo com a polícia, o idoso procurou uma delegacia da cidade no sábado para informar que encontrou a esposa morta dentro do banheiro da casa do casal, no Bairro Urbis V. Uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi até o local e localizou o corpo de Valdirene Alves dos Santos com sinais de escoriações e sujo de tinta.

O homem foi encaminhado para o Distrito Integrado de Segurança Pública da cidade, onde assumiu ter matado a mulher.

Conforme a polícia, com base no depoimento do idoso, ele estava bebendo com a companheira e com um amigo do casal em casa na quinta-feira. Por volta das 15h, ele saiu para comprar mais bebida e, quando retornou para o imóvel, encontrou o amigo com a esposa na cama.

Após a possível traição, o amante conseguiu fugir do local, quando o idoso agrediu a vítima com uma bengala, arrastou o corpo para o banheiro, tirou a roupa dela e, no intuito de encobrir o crime, lavou a casa e jogou tinta vermelha na poça de sangue.

O corpo da mulher foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) da cidade. Não há informações sobre o enterro. O caso é investigado pela Polícia Civil.