Hospital Aeroporto abre processo seletivo no setor de atendimento


O Hospital Aeroporto anunciou um novo processo seletivo para preencher as vagas em aberto oferecidas pela sua unidade em Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana de Salvador. As oportunidades são para técnico de unidade de atendimento.

O candidato deverá possuir formação técnica em laboratório, com inscrição no conselho regional de farmácia, experiência com orientação e atendimento ao cliente, realizar coleta de materiais biológicos, bem como de hemogasometria arterial, adequação de amostras biológicas, está apto para realização de exames de bancada como sumário de urina, semeadura de amostras, testes rápidos.

Conforme divulgado pelo departamento de recursos humanos da unidade médica, o profissional terá um salário base de R$ 1.270,87, para atuar numa carga horária de 180 horas mensais, sendo 6h por dia. Demais benefícios serão passados no momento da entrevista.

Como se candidatar

Para esta oportunidade de emprego, é necessário que o profissional envie um currículo anexado para o endereço de e-mail  [email protected], sinalizando no assunto da mensagem o título da vaga desejada. As informações devem ser válidas e atualizadas. Somente os currículos dentro do perfil serão selecionados para a segunda etapa do processo seletivo.

Sobre o Hospital Aeroporto

Inaugurado em 2004, o Hospital Aeroporto nasceu para suprir a carência de serviços hospitalares na região de Lauro de Freitas e Litoral Norte. O hospital está preparado para procedimentos de alta complexidade com um moderno Centro Cirúrgico e Unidades de Tratamento Intensivo bem equipadas e equipes qualificadas.

Atualmente, o Hospital Aeroporto tem 6.500m² de área com 87 leitos, divididos em duas Unidades de Tratamento Intensivo, apartamentos privativos e enfermarias com apenas dois leitos em cada quarto. No corpo clínico, atuam médicos em mais de 20 especialidades diferentes, além de equipe assistencial multidisciplinar composta por enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, nutricionistas e assistentes sociais.