INSS: saiba como acelerar concessão do benefício


INSS
Foto: reprodução

Cerca de 1,3 milhão de pedidos de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), estão com tempo de espera de mais de 45 dias. Mas os cidadãos que aguardam por uma resposta podem tomar algumas providências para acelerar a concessão do seu benefício e sair da fila do INSS. Saiba aqui quais são as medidas que podem ser tomadas.

  • Mandado de segurança

O cidadão que espera pela concessão do benefício, pode entrar com um mandado de segurança fazendo a exigência para que o INSS analise o benefício. Assim, o solicitante não pede a concessão e sim requer que o órgão veja o seu caso.

O processo é o mais rápido, porém não é certeza, já que o juiz pode não decidir a favor do segurado. Isso pois alguns entendem que os solicitantes estão usando desse artifício para furar a fila de espera.

  • Ação Judicial

Os solicitantes poderão entrar com uma ação judicial para que o benefício seja concedido, mas a saída é arriscada, pois o juiz pode alegar que é necessário que o segurado espere uma resposta do INSS. Para usar essa opção é melhor esperar cerca de 60 dias.

Os que optarem por ficar na fila do INSS, receberão o valor desde o dia em que fez o pedido da aposentadoria. Caso isso não ocorra o segurado pode entrar na justiça.

De acordo com o secretário especial da Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, a causa da fila é que desde a metade do ano passado os pedidos foram automatizados. Após a criação do Meu INSS.

Além disso, a reforma da previdência que foi aprovada no mês de novembro, fez com que o sistema tivesse que passar por modificações nas regras para a concessão dos benefícios.

Mas o sistema ainda não foi adaptado e o governo não tem um prazo para que isso aconteça, sendo assim, o tempo para que a fila do INSS fique zerada também não é previsível.

Apesar disso, o governo quer contratar cerca de 7 mil militares para ajudar os funcionários do instituto a concederem os salários.

 

Por Jheniffer Freitas (Portal FDR)