Lula rejeita candidatura para eleições presidenciais de 2022


O ex-presidente brasileiro Luis Inácio Lula da Silva não tem intenção de concorrer à presidência do Brasil em 2022, disse o político brasileiro nesta terça-feira(11)  durante uma entrevista .

Seria difícil para ele ser candidato novamente, já que o Partido dos Trabalhadores já pode ter um candidato mais jovem. “Prefiro ajudar a preparar alguém em melhores condições para a vitória nas eleições”, disse Da Silva, que foi libertado da prisão em 8 de novembro, após 580 dias de prisão.

Entrevistador: Você será candidato de novo?
Lula: Eu posso ser candidato se as circunstâncias me forçarem, mas prefiro trabalhar para ter uma pessoa em melhores condições. #ObjectiveLula”

“Para eu ser candidato, teria que haver uma situação irreversível, o que provaria que eu sou a única pessoa capaz de vencer”, disse ele.

Sobre a disposição do ex-juiz e ministro da justiça Sérgio Moro de concorrer à presidência do Brasil em 2022, o ex-presidente disse que “Moro não será presidente. Se ele for candidato, ele não vencerá”.

O ex-magistrado encarregado da operação anticorrupção Lava Jato, que condenou Lula da Silva a oito anos e dez meses de prisão, não conhece política, afirmou o ex-presidente. “Uma coisa é fazer política escondida atrás da túnica de um juiz e outra, muito diferente, debater”, disse ele.

“Não descanso e não paro. E vou continuar viajando pelo Brasil, pelo mundo”, disse Lula, apesar de achar que a direita fascista liderada pelo presidente Jair Bolsonaro colocará obstáculos em seu caminho.