Mãe Stella receberá homenagem na Academia de Letras da Bahia


Em vida, hoje (2), Mãe Stella de Oxóssi completaria 94 anos. Nesta mesma data, a Yalorixá será homenageada na sede da Academia de Letras da Bahia, bairro de Nazaré, em Salvador ,a partir das 18 horas. Na sessão especial, que será declarada a vacância da cadeira, a oradora será a também acadêmica Yeda Pessoa de Castro.

Mãe Stella ocupou a cadeira 33 da academia desde 2013, cujo patrono é o poeta Castro Alves (1847-1871) e teve como último ocupante o historiador Ubiratan Castro (1949- 2013), no qual eram amigos. Mãe Stella morreu em dezembro do ano passado.

“Mãe Stella assumiu sua cadeira na academia numa quinta-feira [dia dedicado a Oxóssi, seu orixá] em que comemorava seu aniversário de ordenação do candomblé. Hoje, também numa quinta-feira, e no dia em que ela faria aniversário será homenageada. Não é coincidência. É coisa de Oxirá”,conta o presidente da Sociedade Cruz Santa do Afonjá e responsável pela manutenção do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá.

Mãe Stella de Oxóssi. Foto: reprodução.

De enfermeira a zeladora do axé
Mãe Stella de Oxóssi, Odé Kayodé, foi a quinta Yalorixá a zelar pelo Terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, que foi fundado em 1910 por Eugênia Anna dos Santos, Mãe Aninha. Maria Stella de Azevedo Santos, em 02 de maio de 1925. Enfermeira de formação e também escritora, publicou seu primeiro livro em 1988. Chamado E daí Aconteceu o Encanto, o livro foi escrito em parceria com Cléo Martins e traz histórias sobre as origens do Opô Afonjá e das primeiras ialorixás que comandaram a casa.

A Yalorixá também escreveu os volumes Meu tempo é agora (1993); Òsósi – O caçador de alegrias (2006) que traz ìtans (narrativas míticas) de Oxóssi, sei orixá regente; Òwe-Provérbios (2007), uma coletânea de ditos em Iorubá e brasileiros acompanhados das interpretações da escritora; o infantil  Epé laiyé – terra viva(2009), que narra a história de uma árvore que ganha pernas; e Opinião(2012), reunião de crônicas selecionadas entre as que a escritora publicou na imprensa baiana.