Morador de Simões Filho procura por mãe desaparecida há 11 dias “têm sido dias difíceis”


Aflito e bastante preocupado, um morador do Conjunto Vida Nova,no bairro do Cia 1, em Simões Filho está á procura da sua mãe de 67 anos que está desaparecida há 11 dias na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Genaro e sua mãe Maria Francisca|Foto Arquivo Pessoal

De acordo com as informações do comerciário , Genaro Martinez, 44 anos, a sua mãe, a senhora Maria Rúbia Francisca Dourado, 67 anos, que sofre com problemas de depressão, na noite do último domingo (02), estava com sua filha, a secretaria, Monalisa Dourado Santos de 35, e o genro durante um passeio na Praça de Abrantes, em Camaçari e, enquanto o casal conversavam, dona Maria saiu sem ser percebida desaparecendo do local.

“Minha mãe saiu com minha irmã e meu cunhado com que ela mora. Enquanto minha irmã conversa com o seu marido minha mãe saiu, quando minha irmã olhou ao redor, minha mãe já não estava mais por perto”, explicou.

Em entrevista exclusiva ao Fala Simões Filho, Genaro conta que, ante de saírem para irem à Praça, dona Maria Rúbia e a filha haviam discutido porque dona Maria havia feito uso de bebida alcoólica. Mas, o comerciário descarta a possibilidade dessa discussão ter motivado o desaparecido da sua mãe, pois a idosa já despareceu antes, passou cinco dias fora e retornou relatando que estaria com uma amiga.

Genaro conta ainda que há um tempo tem sofrido com os problemas e com desaparecimento da sua mãe, o que tem deixado ele bastante abalado, mas declara que confia em Deus anseia pela reencontro. “Tem sido dias difíceis, não sei descrever. Tenho sofrido já algum tempo com esses problemas de depressão e alcoolismo que ela sofre. Eu não como, não durmo.Mas eu tenho muita fé em Jeová Deus, que ele vai me ajudar a reencontra-la.

Genaro foi até a delegacia Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), mas foi orientado de que Monalisa que convive com dona Maria deveria ir á 26ª delegacia Territorial de Abrantes para registrar o desaparecimento. Quem puder ajudar a tranquilizar esta família,e tiver qualquer informação do paradeiro de dona Maria Rúbia, pode entrar em contato com Genaro através do contato (71) 9 8706-6355.