Nova maternidade de Camaçari atenderá Simões Filho, Conde e outras cidades da região metropolitana


A construção da nova maternidade realizada pelo Governo do Estado atenderá moradores de Camaçari, Simões Filho, Conde e outras cidades da região metropolitana. As obras que seguem em andamento  foram inspecionados nesta quarta-feira (3/7), pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

 Grandes obras estão em andamento, incluindo a construção da Maternidade Regional e a reforma completa do Hospital Geral de Camaçari (HGC). Os investimentos fortalecerão ainda mais a assistência à saúde na Região Metropolitana de Salvador (RMS), garantindo mais resolutividade no atendimento aos moradores dos municípios atendidos.

Foto: divulgação

Com investimento de R$ 34,3 milhões em obras, e R$ 10 milhões em equipamentos, a Maternidade de Camaçari terá 110 leitos, sendo 25 de Terapia Intensiva (UTI). A unidade, que está sendo construída ao lado do HGC, vai realizar cerca de seis mil partos por ano, e abranger mais de 620 mil habitantes dos municípios de Camaçari, Conde, Dias D’Ávila, Mata de São João, Pojuca e Simões Filho.

“A maternidade e a reforma do HGC vão garantir melhor qualidade no atendimento. Nós vamos separar, com a maternidade, o atendimento que hoje é feito no HGC, para um novo prédio que vai ser inaugurado no primeiro semestre de 2020”, afirmou o secretário Fábio Vilas-Boas. Ele ainda destacou que todas as enfermarias e a emergência do HGC estão sendo reformadas.

Investimentos no HGC

Referência para moradores de 25 municípios baianos, o HGC está passando por ampla reforma e ampliação, com um custo estimado de R$ 5,4 milhões. A reforma contemplará diversos setores da unidade como enfermarias, UTI, centro cirúrgico, centro de recuperação pós anestésica, emergência adulto e internação pediátrica, que com as melhorias ganhará oito novos leitos.

O HGC passará por uma completa requalificação, que inclui a climatização, revisão do sistema de gases, revestimento dos pisos com manta vinílica, recuperação das instalações hidráulica e elétrica, substituição do telhado e impermeabilização das lajes.  Além disso, o hospital ganhará nova ambientação e fachada.

“Essa obra vai humanizar mais o atendimento. O profissional que aqui trabalha terá mais condições de atender bem o paciente”, destacou a diretora-geral do HGC, Maria Del Carmem Moleiro.