O vinho tinto é saudável?


Já sabemos o quão delicioso é o vinho tinto, embora muitas vezes nos perguntemos o que é mais saudável: tinto ou branco.

No entanto, desta vez, queremos nos dedicar ao vinho tinto, pois é realmente benéfico para a nossa saúde, é claro, com moderação.

 

Resultado de imagem para fotos de vinho

Isso faz você perder peso?

Um dos grandes efeitos do vinho tinto em nosso corpo é sua capacidade de ativar um gene que impede o aparecimento de células adiposas, estimulando também aquelas que já existem, para que sejam purificadas e eliminadas de nosso corpo.

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts conduziu vários estudos para demonstrar que, de fato, o consumo de vinho tinto ajuda a perder peso.

É aconselhável tomar apenas uma bebida por dia.

Os resultados serão mais visíveis se forem combinados com uma dieta sem gordura.

Benefícios do vinho tinto para o cérebro

O vinho tinto ajuda a aumentar a qualidade dos processos cognitivos que realizamos.

Bem, de acordo com os resultados demonstrados por vários estudos, consumir vinho de maneira moderada, torna possível prevenir doenças degenerativas no nível cerebral e demência.

Entre seus outros benefícios, pode-se acrescentar que também evita o endurecimento das artérias, ajuda a reduzir a inflamação e melhora a circulação sanguínea.

Para infecções gengivais

O vinho tinto também é ideal para quem tem gengivas com sangramento.

É ótimo acompanhar as refeições com um copo, já que os compostos da uva, uma vez que passam pelo processo de fermentação, têm a capacidade de impedir o aparecimento de bactérias e estreptococos, além de ajudar a melhorar a gengivite e as condições na garganta

Luta contra a exaustão

Segundo uma pesquisa publicada no The FASEB Journal, o resveratol encontrado nas uvas nos ajuda a nos sentir mais encorajados, naqueles dias em que nos sentimos mais cansados ​​ou apáticos.

Este é sem dúvida um ótimo ponto a considerar, incluindo o seu consumo em nossas vidas diárias.

Vinho tinto aumenta endorfinas

Quando consumimos vinho tinto, também estamos liberando endorfinas, o que nos permite sentir-se mais relaxado e experimentar maior prazer.

Esses estudos reveladores foram desenvolvidos na Universidade da Califórnia.

No entanto, seu consumo é sempre recomendado moderadamente.

Da mesma forma, vale a pena reconhecer que, quando combinados com certos alimentos, podemos sentir mais seu sabor.

Limpe o nosso paladar

Isso é curioso, mas também é verdade. Se bebermos vinho na hora de comer alguma coisa, devido às propriedades adstringentes que possui, também podemos sentir mais intensamente o sabor de nossos pratos.

Se comermos carne, o sabor da gordura será menor e só sentiremos um sabor agradável no paladar.

Esses dados proporcionam maior utilidade à presença de vinho em nossa mesa, durante o almoço.

Excelente para baixar o colesterol

Como você já ouviu falar, o vinho tinto possui uma riqueza extraordinária em polifenóis, incluindo o resveratrol, que é uma substância que se constitui como fonte de antioxidantes que, segundo a Clínica Mayo, contribui para o cuidado dos vasos sanguíneos, uma vez que impede a formação de coágulos e reduz o chamado colesterol “ruim”.

Recomendado para a saúde do coração

Além dos polifenóis, o vinho tinto também fornece vitamina E, que desempenha um papel importante no sangue, impedindo a presença de coágulos e protegendo os tecidos dos vasos sanguíneos. Vemos como um pequeno copo de vinho pode melhorar significativamente a saúde do coração.

Reduzir o risco de câncer

Por ser um poderoso antioxidante, é capaz de impedir a expansão das células que causam câncer de mama ou pulmão.

Revastratol desempenha um papel muito importante em nosso corpo, uma vez que impede o estrogênio de gerar condições cancerígenas na população feminina.

Vinho tinto previne infecções urinárias

Novamente, devido à sua capacidade antioxidante e adstringente, ajuda a impedir que as bactérias permaneçam nos alimentos da bexiga ou em nossos rins, contribuindo para a tarefa de filtragem e purificação que esses órgãos executam.