PM suspeito de atirar em rapaz que estava no bar com companheiro é preso


 

PM PRESO
Imagem Ilustrativa

Na manhã desta sexta-feira 01, o Policial Militar envolvido no caso de homofobia, ocorrido no dia 20 de outubro em um bar do Inocoop, foi conduzido por policiais para a 18ª Delegacia Territorial de Camaçari.

Marcelo é a vítima que recebeu quatro tiros no bar em Camaçari

 

De acordo com o portal de notícias CN1, uma fonte contou, que o homem teria participado da tentativa de homicídio contra Marcelo Macêdo, de 33 anos, atingido com quatro disparos de arma de fogo. A fonte não quis dar mais detalhes, mas afirmou que esta pessoa irá ajudar nas investigações.

Ainda de acordo com o portal a equipe tentou colher mais informações com a delegada titular, Drª Thais Siqueira, mas ela disse que só vai se pronunciar sobre o caso quando o inquérito for concluído.

Caso

Marcelo estava em um bar no bairro do Inocoop e ao trocar carícias com outro homem, foi questionado se não tinha vergonha de agir daquela forma diante de ‘pais de família’. Em seguida, o rapaz foi agredido e atingido por quatro disparos de arma de fogo. Marcelo ficou internado durante seis dias, teve um pulmão perfurado e perdeu o baço.

Os três homens suspeitos de praticar a agressão já se apresentaram na delegacia, foram ouvidos e liberados. Um deles é um policial militar.

 

*Camaçari Notícias