‘Por que não convidamos o ex-prefeito para mostrar a realidade?’, questiona o vereador Sandro Moreira


Quem participou do quadro “De Cara com Você” foi o vereador Sandro Moreira Gonçalves (PSL). Eleito com 745 votos, o parlamentar conversou com a reportagem do FALA SIMÕES FILHO e rebateu às críticas feitas pelo colega Orlando de Amadeu (PMDB).

Sandro fez uma defesa ao ex-prefeito de Simões Filho, Eduardo Alencar, cujas contas de 2015 foram aprovadas na última semana. Ele falou sobre as afirmações de Orlando, que era favorável à reprovação.

“O vereador Orlando tem algo pessoal contra Eduardo porque todo momento fica criticando o ex-gestor. Será que Eduardo não deixou coisa boa na cidade? O momento todo falando de uma dívida no valor de R$ 300 milhões. Se existe mesmo, por que não convidamos o ex-prefeito para apresentar as provas e mostrar a realidade dessa dívida nesta casa?”, questionou.

 

 

Sandro afirmou que oficializou o ofício e entregou ao presidente da Câmara para o ex-prefeito poder comparecer e esclarecer o motivo dessa dívida. “Mas em momento nenhum esse pedido foi atendido e permitiu que Eduardo Alencar se defendesse dessa acusação”, reclamou.

“Quando ele [Orlando] fala dessa divida, ele fala de uma divida feita no tempo de Edson Almeida [ex-prefeito] e Dinha [Diógenes Tolentino, atual prefeito] no tempo como vice. Eu mostrei um documento aqui na tribuna reafirmando que essa divida não só foi feita pelo ex-gestor, na verdade essa divida foi acumulada pela falta de pagamento do INSS feita por outros gestores. São dividas acumulada no decorrer do tempo”, explicou.

Presente no grupo de apoio de Eduardo Alencar, Sandro fez elogios ao ex-prefeito de Simões Filho e demonstrou fidelidade ao político. “Sempre será um grande líder político. Depois da aprovação das contas, o grupo vem fortalecendo e estará forte para as eleições de 2018 e 2020”.

Sobre o próximo nome para a prefeitura, Sandro disse que ainda é cedo para falar sobre o pleito futuro. “Estamos trabalhando em prol do povo. Hoje tem um líder e um grupo político. O que o grupo decidir, vamos abraçar”, revelou.

Mesmo integrando um grupo de oposição, Sandro não torce pelo insucesso do atual prefeito. “Jamais vou estar aqui torcendo para dar errado. Quem ganha com isso é o povo de nossa cidade”, finalizou.