Simões Filho: artistas se unem e realizam ‘Feijoada Solidária’ para ajudar a pequena Cecília; veja como contribuir


Em um ato de amor e solidariedade diversos artistas de Simões Filho se uniram para realizar uma feijoada beneficente em prol da pequena Cecília moradora da cidade da Região Metropolitana de Salvador, que apresenta um quadro clínico de hidrocefalia, paralisia cerebral, deficiência visual e constantes crises convulsivas.

Cecília mora com a família no bairro da Pitanguinha, tem 8 anos de idade e necessita da aquisição de materiais de reabilitação (órtese, extensores, parapodium e andador transfer), cujo o valor está estimado em R$ 7.000,00 (Sete mil reais). 

Sem ter como comprar o material citado, a família da menina resolveu reunir amigos e buscar ajuda para organizar uma feijoada solidária no intuito de arrecadar o dinheiro que será utilizado para compra destes materiais.

De acordo com os médicos que acompanham o caso da criança, é preciso intensificar o tratamento de Cecília pois a pequena paciente está com ganho de peso excessivo o que provocou uma sub luxação no quadril, e precisa de uma terapia mais intensiva e tratamento especializado para evitar que seja feita mais uma cirurgia e o quadro da criança se agrave, devido a dificuldade de recuperação pós- cirúrgica.

“Estamos lutando para que ela melhore, não vou desistir da minha família jamais e peço a todos que me ajude nessa caminhada para que possamos comprar os materiais necessários para a reabilitação dela. Estamos realizando essa feijoada com muito amor e peço a ajuda da população da cidade que colabore nessa campanha”, solicitou Daniela Brandão, mãe de Cecília.

Nesse sentido, a feijoada solidária  será realizada no próximo domingo 26 no Sitio da Mangueira que fica no Bairro da Pitanguinha a partir das 12 horas, com a apresentação das seguintes atrações musicais:

  • Elimoreno
  • Teddy Ferraz
  • Junior Rios
  • Itamar Costa
  • Wesley Costa
  • A Cor do Tom
  • Rodrigo Portugal
  • Rodrigo Bysam
  • Marilia Maia
  • Carlinhos Plates
  • Ailton Geração
  • Arlin
  • João Oxente
  • Dr. Kuka

O ingresso para a Feijoada Solidária custa R$ 20,00 e está sendo vendido no Point do Acarajé localizado na Praça da Pitanguinha Velha e também pode ser adquirido no local da festa que acontecerá neste domingo. Toda a renda arrecadada no evento será utilizado na compra dos materiais para o tratamento da pequena Cecília.

Entenda o caso:

Cecília Vitória Cerqueira da Silva é filha única da jovem Daniela Brandão e Alex Silva, moradores do bairro da Pitanguinha. Ela nasceu aos 6 meses em um parto prematuro e logo após o nascimento apresentou um quadro de hemorragia cerebral, meningite e hidrocefalia. Dessa forma, foi necessária uma intervenção cirúrgica para instalação de válvulas para conter o crescimento do crânio do bebê. Dias depois a equipe médica que acompanhava a criança constatou que ela também apresentava paralisia cerebral e deficiência visual com constantes crises convulsivas.

Apesar das diversas patologias, a pequena criança resistiu e milagrosamente conseguiu sobreviver. Hoje, aos oito anos de idade é uma menina alegre, carinhosa, comunicativa, carinhosa e inteligente que encanta a todos que a conhece.

Nos últimos meses Cecília começou a sentir dores no quadril devido a luxação que existe no local, ela está com  muita dificuldade para fazer as poucas passadas que realiza nas sessões de fisioterapia, tendo que ficar a maior parte do tempo deitada ou na cadeira de rodas.

Diante disso, ela precisa de acompanhamento especializado e da contribuição da população local  para adquirir equipamentos que a ajude a intensificar as terapias que já são realizadas, na esperança de evitar uma intervenção cirúrgica que pode implicar na piora do seu quadro clínico, visto que o pós-operatório no caso dela é bastante delicado.

Nesse sentido convocamos a todos para abraçar essa causa e através da união e solidariedade, ajudar  esta família que luta para proporcionar uma melhor condição de vida para Cecília.

Para maiores informações basta ligar para 71 98217- 9625 e falar com Daniela Brandão.